04/04/2016
por Douglas Vasquez
comentários

GIRL ONLINE, 2014 | ZOE SUGG | PENGUIN BOOKS | 345 PÁGINAS | ISBN 978-0-141-35727-0

A primeira vez que eu ouvi falar do “Girl Online” foi em um dos vlogs da Zoella. Eu acompanho a vlogueira britânica há anos e por lá, essa onda de Youtubers publicando livros aconteceu anos antes do que aqui no Brasil. Ao contrário dos seus colegas, Zoe escreveu um livro que não fala diretamente sobre si, como uma auto-briografia.

No primeiro livro da série “Girl Online”, Penny Porter enfrenta os mesmos problemas de auto-confiança e ansiedade que Zoe sempre deixou abertamente claro que sofre — além de ter um blog, onde compartilha todas essas inseguranças sem revelar a sua identidade, referindo-se apenas como Girl Online; mas de forma alguma é auto-biográfico.

Sendo uma garota que ainda está no colegial e vive na costa em algum lugar da Europa, Penny adora fotografia e é de certa forma é obrigada a tirar fotos da peça teatral que o seu colégio está apresentando. Como uma garota insegura, ela também é bastante atrapalhada e não gosta de chamar atenção — e tudo piora quando ela tem que fazer tudo isso em frente ao seu crush, que lidera a encenação toda. É claro que alguma coisa dá errado e ela é humilhada publicamente, e logo depois, virtualmente também, fazendo com que ela se feche completamente e faça de tudo para fugir da situação.

“Toda vez que você publica algo você tem uma escolha. Você pode fazer algo que acrescenta para os níveis de felicidade no mundo — ou você pode fazer algo que a toma.”

Os pais de Penny planejam eventos em geral na Inglaterra, mas são contratados por um casal muito rico para planejarem seu casamento… Em Nova York, com tudo pago. É a situação perfeita para Penny fugir do caos que a certa no momento, fazendo com que ela arraste seu melhor amigo gay, Elliot, para outro continente.

Em Nova York ela é outra garota, onde conhece o charmoso Noah, um cara mais velho do que ela que a ajuda a controlar seus ataques de pânico. Enquanto vivencia o melhor que Nova York pode oferecer, Penny compartilha todas as suas experiências em seu blog e são estes pequenos posts que se encontram no meio dos capítulos que tornam a história ainda mais interessante, complementando o enredo.

Ela se vê em um dilema quando chega a hora de voltar pra casa — e voltar a realidade. Porém, tudo desmorona quando grandes segredos são revelados e ela precisa controlar sua ansiedade e encarar uma grande situação. Seu namorado talvez não seja quem ela pensou que fosse, sua amizade com Elliot pode estar por um fio, sua vida virtual está de ponta cabeça e ela tem que descobrir qual dos seus amigos do colégio é a falsiane da história toda.

“É um mundo onde as pessoas pensam que está tudo bem se esconder atrás de seus monitores e usernames e dizerem coisas horríveis sobre uma pessoa que não conhecem. […] Então, da próxima vez que você for postar um comentário ou atualizar algo ou compartilhar um link, pergunte a si mesmo: ‘isso irá acrescentar algo bom no mundo?’ Se a resposta for não, então por favor delete. Já existe tristeza demais no mundo. Você não precisar adicionar mais uma.”

O livro é muito delicinha de se ler e foi o primeiro livro que li completamente em inglês, I’m proud to say. A leitura é leve e embora não pareça tão emocionante, você sempre fica curioso pra saber quais são os dilemas que pairam sobre a cabeça de Penny, que questiona e critica a prática do cyberbullying. A dinâmica dos posts nos capítulos são um ponto de ar fresco e faz com que tudo soe mais autêntico, te fazendo mergulhar na história e enxergar um outro lado da Garota Online; a única coisa que me incomodou foram os balões das mensagens que os personagens trocam em pontos da história, eles parecem sempre puxados pro lado errado (?).

Eu comprei o livro na Livraria Cultura, é a versão britânica da Penguin de capa dura (sem a jacket da americana) e paguei um preço bem salgadinho, embora eu acredito que tenha valido a pena. No Brasil o livro ganhou o título de “Garota Online” e foi publicado pela Verus Editora.

O segundo livro, “Girl Online: On Tour” foi lançado em Outubro do ano passado e eu também já comprei a minha cópia, ainda não li, mas quando o fizer postarei uma resenha aqui no blog cheio de fotinhas também.

Você pode conferir mais fotos do livro no meu Flick! 😉

Minhas redes sociais para quem quiser mais amor:

Facebook ☁ Twitter ☁ Youtube ☁ Instagram ☁ Tumblr

GOSTOU? COMPARTILHE O POST:
Enaltecendo a cultura pop desde 2014

Layout por Young Design | Programação por iDVisual Design
BOP TO THE TOP!